• Por IPC

Pós de Cirurgia de Escoliose Idiopática


Após o tratamento é possível que o paciente sinta uma pico de dor nos 2-3 após a cirurgia, principalmente na musculatura posterior e na região da cicatriz. Após esse período a dor tende a ir reduzindo com o tempo.


Em casos de dor muito intensa o paciente pode ser medicado com acesso endovenoso ou intravenoso e após recuperação e liberação para casa, continuará com medicamentos via oral, de acordo, com o que o médico recomendar.


Em geral o tempo de internação varia entre 5 a 6 dias. Apesar de em geral ser uma cirurgia extensa, não há necessidade de repouso absoluto após alta hospitalar. O que geralmente se recomenda é que o paciente tome cuidados para evitar quedas.


No período entre 3 a 6 semanas, a depender da recuperação do paciente e tamanho da cirurgia, já se pode iniciar o retorno a rotina habitual, incluindo algumas atividades como exercícios e outras práticas sem muito impacto, sempre seguindo recomendações médicas.

Ao longo das consultas de retorno, o médico irá liberando outras atividades de acordo com a evolução do paciente. Por fim, demora cerca de 6 a 12 meses para a cirurgia esteja consolidada e que possa retomar atividades com um maior impacto.


Veja mais sobre a Escoliose Idiopática em: https://www.patologiadacoluna.com.br/blog/search/escoliose-idiop%25C3%25A1tica