• Por IPC

Dicas de aleitamento materno e coluna sem dor


Como evitar dores nas costas durante o período de amamentação?


A fase do pós-parto, a par de um amor para toda a vida e a realização do sonho de muitas famílias, traz também muitos desafios.


A postura necessária para amamentar é uma novidade para muitos corpos

Isto acontece porque na vida diária não se mantêm posturas semelhantes, antes de terem um bebé nos braços. Não é só no exercício formal que acontece ficar-se moído. Assim como ter dores musculares de adaptação aos novos gestos técnicos:


1. Escolha uma poltrona adequada: ela tem de ser firme, porém não dura, e acomodar as costas e a cabeça para poder sustentá-los nos longos períodos que passarão juntos.


2. Endireite as costas: a tendência é de jogar os ombros para frente e curvar a cervical. Controle-se! Esta postura viciosa causa muitas dores.


3. Apoie a lombar: lembre-se de que a nossa lombar faz uma curva para a frente, em vez de ficar reta ou se curvar para trás. Um travesseiro bem acomodado na lombar corrige a coluna e a posição da bacia, evitando, também, dor no sacro e cóccix.


4. Nunca fique sem apoio: amamentar sem acomodar as costas, só em situação de emergência! A curvatura será ainda mais acentuada, e depois de cinco minutos assim, não há coluna que sobreviva.


5. Acomode os braços: pois sustentar o seu peso e o do bebê requer muita força da musculatura ao redor do pescoço e na parte superior das costas. O seu requerimento constante leva a fadiga e dor – que podem durar semanas a meses.


Crie bons hábitos ainda na gravidez

A gravidez, para muitas mulheres, proporciona um tempo de aprendizagem sobre o próprio corpo. E dedicação às mudanças que nele acontecem.

Mesmo as mães com uma vida profissional e familiar muito cheia, e sem possibilidade de fazer aulas ou um curso pré-natal, têm que fazer as suas consultas, análises e ecografias de rotina.


Ombros e peitorais

Para alongar ombros e peitorais, uma forma fácil é espreguiçar. Levar os braços para cima em “V”, ou para o lado em linha com os ombros, e inspirar profundamente. Isto ajuda a alongar toda a parte da frente do tórax, os peitorais e parte dos ombros.

Estes alongamentos podem ser feitos de forma rápida, mesmo como uma sequência de espreguiçar. Ou de forma mais consistente, por 20 a 60 segundos cada

Experimente sentar-se de pernas cruzadas. Use almofadas para apoiar a posição e peça conselho ao seu enfermeiro assistente, que pode dar dicas valiosas quanto a posições alternativas. Quando sentir dores de costas, devido a alguma posição ou movimento repetitivos, questione-se como pode alterar essa postura a seu favor.


Pescoço

O pescoço pode ser alongado lateralmente, inclinado para a frente ou um misto dos dois. Como se fosse um alongamento “diagonal”, para a frente e desviado para um lado. Procure fazer sempre alongamentos simétricos. Mesmo que um lado tenha mais dor que o outro.


Alongamentos

Ainda na gravidez, é tempo para incluir os alongamentos na rotina. Uma pequena sequência em que se alonguem costas, pescoço, peitorais e ombros será um bom começo.



Consulte sempre profissionais de saúde



8 visualizações0 comentário